terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Aroma verde.

As massas tem lugar certo na mesa brasileira e não é sem razão. Os molhos lhe dão um toque especial, sempre diferente.
Gosto muito do molho pesto. Começo saboreá-lo a partir da compra do manjericão, o aroma toma conta do carro e não vejo a hora de prepará-lo.
O molho pesto que sempre desfila nos blogs amigos possui uma receita básica, mas sempre damos o nosso toque fazendo que seja sempre um novo molho.
Aprendi fazer o pesto com uma cozinheira que trabalhou por quatorze anos em um restaurante italiano em São Paulo. A receita é basicamente a mesma, a diferença está no uso do manjericão da folha larga. Aqui em Brasília alguns verdureiros o chamam de basílico, sinceramente não sei a diferença.
Servi o molho pesto com fettuccine e acompanhado de polpettines.

Fettuccine al Pesto alla Genovese

Molho Pesto
Ingredientes:
200g de manjericão da folha larga
100g de queijo pecorino ralado
100g de pinoli
2 dentes de alho
azeite extravirgem
Modo de Fazer:
Bater todos os ingredientes no liquidificador e acrescentar o azeite até o ponto desejado.
Misturar o molho pesto, fora do fogo, à massa cozida al dente. Salpicar queijo parmesão ralado e servir imediatamente.
Notas:
Por ser um molho delicado não se leva ao fogo ( foi como me ensinaram).
O molho tem que estar em temperatura ambiente para não esfriar a massa.
Já fiz alguns testes com o molho pesto. Ele pode ser guardado na geladeira por meses e também pode ser congelado.
O pinoli pode ser substituído por amêndoas sem pele.
Para cada 100g de manjericão usa-se 1 dente de alho.
Usei pasta di semola di grano duro da Divella, Fettuccine 12.
O acompanhamento fica a seu critério.



"Há que se cheirar manjericão todo o planeta aroma de plantas do sertão...",

canta Gilberto Gil na música Aroma

5 comentários:

fezoca disse...

oi, Luciana,

o que me encanta no pesto eh a sua flexibilidade, pois se voce trocar as ervas e as nozes, ja tem um molho completamente diferente, mas que continua sendo pesto. :-)

beijo,

Laurinha disse...

Oi Lu, vim retribuir a visita ao Pitadinhas!
Já zanzei pelo blog, gostei demais, vou já colocar nos meus favoritos para voltar sempre!
Beijinhos,

COZINHA QUENTE disse...

Oi Lu,
nossa eu adoro pesto. Adoro ervas, adoro parmesao, hummmm!!
Sabe que aqui na Alemanha eles chamam de Basilikum e ai no Brasi, andei procurando, e eles chamam de alfavaca. Acho que chamam tb de basilico por causa da classificacao cientifica "Ocimum basilicum".
Uma vez num programa culinario eu tb vi um homem fazendo o pesto so com as folhas grandes. ELe disse que elas sao mais aromaticas e com um sabor mais intenso.
AH, ja ia esquecendo: nossa, sua receita de pao de queijo esta me enlouquecendo!!! JA fiz a terceira leva e essa ficou maravilhosa...VOu sempre fazendo uns ajustes! Dessa vez botei mais polvilho doce do que o azedo e usei um queijo feta que ficou parecidissimo com o queijo minas...Resultado: tenho comido todo dia!!!!
Bjssss

Cinara disse...

Sabia que este é o único pesto que eu gosto, Lu? Acho que é o original, como pinoles. Como eu não gosto de nozes, acabo evitando comer pesto em restaurantes, pois a maioria usa nozes... O seu ficou maravilhoso!
Beijos!

Bia Bibs disse...

Que coisa de louco!!!!!!!!!

Amei, querida!!!!!!!!!!!!!!

Bjs!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!