quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Que tal um risotto?

Qualquer receita de risotto precisa de um ingrediente básico: o arroz arbóreo. Os ingredientes coadjuvantes dependem da imaginação de cada um. E como nós somos criativos quando se trata de risotto, não é mesmo? A diversidade de composições é enorme e sempre muito saborosa. Pedida certa tanto nos dias chuvosos do verão brasiliense, acompanhado de um bom vinho, ou para os dias ensolarados quando um prato único é a melhor opção.

Risotto com Filé e Shitake
Ingredientes:
350g de arroz arbóreo
1 1/2 colher (sopa) de manteiga
1/2 cebola média picadinha
1/2 xícara de vinho branco
300g de filé em tirinhas já preparado
200g de shitake em tirinhas já preparado
1 colher (sopa) de queijo parmesão ralado
caldo de carne preparado com 2 tabletes de caldo de carne dissolvidos em 1 1/2 litros de água
Modo de Fazer:
Filé:
Corte a carne em tirinhas e tempere a seu gosto, tendo o cuidado de não salgar muito. Frite a carne no óleo, acrescente 1 tomate maduro cortado em quadradinhos (sem pele e sem sementes), junte água e deixe cozinhar. Deixe o molho secar. O filé ficará com uma cor bonita.
Shitake:
Corte o shitake em tirinhas e tempere com sal. Refogue em 1 colher (sobremesa) de azeite. Acrescente 1/2 xícara de vinho branco e deixe evaporar.
Risotto:
Leve ao fogo uma panela para risotto, com 1 colher de manteiga e a cebola. Frite a cebola até amolecer mas sem deixar dourar. Junte a carne e o arroz, misture. Regue com o vinho branco e misturando delicadamente deixe-o evaporar. Derrame 1 concha do caldo de carne fervente, mexa novamente, espere quase secar e vá acrescentando o caldo de carne aos poucos e sempre misturando com uma colher de pau. Prove o tempero. O cozimento levará de 30 a 40 minutos. No fim do cozimento acrescente o shitake e misture com cuidado para não amassar os ingredientes.
Apague o fogo e junte o queijo parmesão ralado e 1/2 colher de manteiga. Sirva imediatamente.
Notas:
O arroz usado para risotto é especial, arbóreo ou carnaroli.
Durante o tempo de cozimento mexa o arroz frequentemente para que o amido seja liberado. Este cuidado é que dá cremosidade ao risotto.
O risotto deve ficar úmido, cremoso e os grãos de arroz soltinhos e al dente.
O sucesso do prato está nestes cuidados que devem ser observados.


Conta uma lenda que este prato de origem italiana surgiu durante uma festa de casamento e acidentalmente. Mais uma deliciosa contribuição da culinária italiana.

6 comentários:

Laurinha disse...

Risotto, adoro, como vc mesma disse, do que for, delícia!
Esse seu deve ter ficado ótimo!!!
Beijinhos,

Marizé disse...

Olá
Vim agradecer e retribuir a visita.
Adorei o seu cantinho, tudo tão bom e bonito.
Vou voltar mais vezes.

Beijocas

Leila disse...

eu sou apaixonada por risottos e esse teu com certeza estava uma delicia.

Romy disse...

Adoro Risotto :-P

Adorei a sua receita.

:-D

Fabrícia disse...

Olá
Vim agradecer a visita lá no Sopa e aproveitando para visitar seu cantinho...lindoco. Sabe que morei em Brasília durante quase 2 anos...adorava a cidade.
Bjcas.

iliane disse...

adorei seu rissoto!!e..a verdade que risoto faz a imaginação da gente fluir e quando vemos temos um prato lindo na nossa frente..e..com um bom vinho e um bom papo!!..nada melhor..espero que goste dos meus..pois adoro faze-los!!!um abraço...li